Gadoo - Notícias e Curiosidades

Fast: conheça o radiotelescópio que tenta se comunicar com vida alienígena

Compartilhe:

O Fast, Radiotelescópio Esférico de 500 metros de Abertura foi construído entre 2011 a 2015 no contado Pingtang, província de Guizhou, na China, e se tornou o maior do mundo na categoria.

Essa grande e acinzentado estrutura circular custou aproximadamente 180 milhões de dólares para os cofres chineses, e causou realojamento de mais de 8 mil pessoas saindo da região para que fosse criado um raio de “silêncio” em torno do aparelho.

Depois de 3 anos de testes, o telescópio começou a operar oficialmente. Isso ocorreu no ano de 2020, e o objetivo desde então está sendo observar fenômenos do espaço, como pulsares, que os cientistas creem poder nos dar uma visão de como o Universo foi feito, além de evidenciar a natureza dos “estados extremos da matéria”.

Fast, Radiotelescópio Esférico de 500 metros de Abertura

Porém, desde que o FAST iniciou seus trabalhos, ficou evidente que os pulsarem não são as únicas coisas que o governo chinês pretende analisar.


PUBLICIDADE

Isso porque o novo telescópio tem também a função de identificar sinais que possam confirmar a existência de vida extraterrestre, segundo matéria do The Atlantic, em 2017.

Tradição espacial

A China tem tradição astrológica, sendo a mais antiga a buscar informações sobre esse interesse (há mais de 3.500 anos). Essa chamada “corrida espacial” da China contra outros países, como os Estados Unidos, a faz estar sempre um passo além das outras potências científicas do planeta.

Fast, Radiotelescópio Esférico de 500 metros de Abertura

Ainda é cedo para saber se há vida extraterrestre, mas esse é um grande passo para avançar nesse território tão misterioso.

Fonte: South China Morning Post

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo