Gadoo - Notícias e Curiosidades

Menino autista de 3 anos morre após ser obrigado a caminhar 19 quilômetros em tratamento controverso

Compartilhe:

Um menino autista de 3 anos de idade chamado Jiajia morreu após ter sido obrigado a caminhar por 19 quilômetros.

Zhang Wei, a mãe da criança, recebeu a notícia de que o filho havia morrido em um hospital de Guangzhou, China, em 26 de abril deste ano.

Quando foi ao necrotério para ver o menino, ela quase não o reconheceu por ele estar mais magro e possuir arranhões por todo o corpo.

De acordo com informações da imprensa local, no dia do óbito Jiajia havia caminhado por 10 quilômetros usando roupas pesadas. Ele fez uma parada para um pequeno almoço, dormiu um pouco e caminhou mais 9 quilômetros.

Tudo fazia parte de um tratamento no centro de reabilitação privado Tiandao Zhengqi, dirigido por Xia Dejun – autodidata que acredita que o autismo está diretamente ligado às crianças mimadas e preguiçosas.

Menino autista de 3 anos morre após ser obrigado a caminhar 19 quilômetros

Jiajia, um menino autista de 3 anos, morreu após ter sido obrigado a caminhar 19 quilômetros em tratamento no centro de reabilitação Tiandao Zhengqi, China. Foto: Shanghaiist

A fim de ajudar as crianças na “recuperação”, o tratamento contava com um rigoroso regime de exercícios físicos e alimentação, em que comida processada era substituída por alguns legumes e frutas, e também um pouco de arroz.


PUBLICIDADE

Foto: Shanghaiist

Foto: Shanghaiist

Zhang, que é da cidade de Dandong, deixou Jiajia aos cuidados da instituição por RMB 31.200 (R$ 17 mil) por um período de três meses depois de ler um livro de Xia, que afirmava que o tratamento havia curado várias crianças com autismo.

A mulher prometeu processar o centro e o governo local lançou uma investigação para apurar as práticas ocorridas na instituição.

Foto: Shanghaiist

Foto: Shanghaiist

Foto: Shanghaiist

Foto: Shanghaiist

Fonte: Shanghaiist

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo