Gadoo - Notícias e Curiosidades

Como esses 12 desenhos animados da nossa infância mudaram com o passar do tempo

Compartilhe:

A infância geralmente é marcada pelos desenhos animados que assistimos. Mas você já percebeu que esses desenhos ainda existem, só que com uma carinha nova?

Muitos dos desenhos animados que assistíamos quando éramos pequenos mudaram bastante com o passar dos anos. A mudança veio para que eles se encaixassem no mundo moderno dos concorrentes.

Talvez você não tenha visto – a não ser que você seja pai ou mãe recentemente – mas esses desenhos que marcaram nossa infância continuam em alta.

A diferença é que eles ganharam traços diferentes, alguns até ficando quase irreconhecíveis.

Veja a lista dos desenhos animados que mudaram muito com o passar dos anos. Você provavelmente assistiu a maioria deles.

Pica Pau e seus Amigos (1940) — Pica-Pau (2018)

Pica-Pau tem mais de 80 anos de existência e seu personagem já recebeu diversas atualizações. Em 2018 ele ganhou novo formato de websérie disponível no YouTube.

Superamigos (1973) — Liga da Justiça de Zack Snyder (2021)

Os Superamigos permanecem juntos até hoje, mas em 2015 uma nova versão da Liga da Justiça: Deuses e Monstros mostrou uma versão alternativa dos heróis, com o Batman similar ao Morbius da Marvel, um Superman filho do General Zod e a Mulher Maravilha sendo a Deusa Bekka de Apokolips.

Moranguinho (1980 — 2019)

Moranguinho para promover uma linha de bonecas, que comum nos anos 80. A personagem foi criada em 1977 por Muriel Fahrion, uma ilustradora de cartões de congratulação. Suas bonecas foram lançadas em 1979. Em 1980 o primeiro desenho animado foi lançado.

Agora a Wildbrain, atual detentora dos direitos da personagem, pretende lançar um especial em 3D que já teve imagens vazadas na Internet.

Inspetor Bugiganga (1983 — 2015)

Inspetor Bugiganga nasceu nos anos de 1980, e agora a WildBrain, que é detentora dos direitos do personagem, permite facilmente que se acesse a versão em computação gráfica nos streamings.

© Inspector Gadget / DiC Enterprises and co-producers© Inspector Gadget / Walt Disney Pictures and co-producers© Inspector Gadget / DHX Media and co-produce

He-Man e os Mestres do Universo (1983 — 2021)

Mattel, que detém direitos de Barbie e HotWheels, recusou nos anos de 1970 produzir brinquedos de Guerra nas Estrelas, o que deixou a empresa em maus lençóis. Isso porque Guerra nas Estrelas foi um enorme sucesso. Como resposta veio nasceu He-Man, o homem mais poderoso do Universo.

She-Ra: A Princesa do Poder (1985) — She-Ra e as Princesas do Poder (2018)


PUBLICIDADE

Depois da série animada dos Mestres do Universo, as vendas dos brinquedos da franquia dispararam.  Eles eram produzidos pela Mattel, e a empresa caiu no próprio sucesso. He-Man era destinado aos meninos na faixa dos 5 anos, e as meninas começaram a deixar de lado as bonecas Barbie por causa da linha de bonecos do herói. Pensando em aumentar o interesse desse público eles resolveram criar She-Ra e a Filmation produziu um longa-metragem.

She-Ra teve apenas duas versões até hoje. Seu reboot foi feito em 2018,Porém uma série pretende apresentar a versão da heroína na pele de uma atriz, por intermédio da Amazon.

Muppet Babies (1984 — 2018)

Muppet Babies mostrava um universo fantástico vivido na mente dos personagens, usando truques de humor e de paródias de filmes clássicos. Em 2018 a animação faz atualizações técnicas usando computação gráfica.

Ursinhos Carinhosos (1985 — 2019)

Os Ursinhos Carinhosos surgiram foi criado na união da empresa de cartões de celebração American Greetings e da fabricante de brinquedos Kenner em 1981. Ele contou com a ajuda de Muriel Fahrion, que havia trabalhado na criação de Moranguinho.

Os Ursinhos Carinhosos passaram por várias versões e muitos produtos audiovisuais foram lançados. O desenho também teve sua versão em computação gráfica, mas em 2019 voltou ao tradicional desenho bidimensional.

Os Cavaleiros do Zodíaco (1986 — 2019)

No meio da década de 1990 era muito comum ver os meninos assistindo os Cavaleiros do Zodíaco. A rede Manchete, por exemplo, alcançava sempre o segundo lugar na audiência durante a exibição do desenho animado. O desenho teve sua origem no mangá criado por Masami Kurumada, publicado pela editora japonesa Shueisha em 1986. Chegou ao Brasil em 1994, abrindo nova paixão por aqui (os mangás).

Após diversas versões e sagas, as alterações estéticas ao longo do tempo só se tornaram significativas depois dos anos 2000. Agora há uma série de 2019, disponível no streaming, onde os personagens recuperam um pouco a estética cartunesca.

Meu Querido Pônei (1986) — My Little Pony: Nova Geração (2021)

A série animada de Meu Querido Pônei é baseada em uma linha de brinquedos. A mesma estratégia dos desenhos dos anos de 1980 se encontra aqui. Só que nesse caso o desenho só foi ao ar cerca de 5 anos após os brinquedos chegarem às prateleiras das lojas.

Atualmente a rede de streaming criou novos personagens, usando a animação por computação gráfica como foco e elevando o nível de aventura.

DuckTales: Os Caçadores de Aventuras (1987 — 2017)

O desenho Ducktales da Disney foi um sucesso de audiência apesar de estrear às 06h15 da manhã. Na TV brasileira foi primeiro exibido no SBT, até a segunda metade da década de 1990. Posteriormente foi para a TV Globinho, já nos anos 2000.

Em 2015 o Disney XD, canal pago da Disney, anunciou sua nova versão do desenho animado. Ela foi lançada em agosto de 2017 e já concluída em março de 2021.

Pokémon (1997 — 2021)

Os Pocket Monsters, nome que ganhou abreviação para Pokémonsão uma criação de Satoshi Tajiri. Ele foi inspirado em um título de Game Boy, videogame portátil da Nintendo. Em 1989 a primeira tentativa de desenvolver o game não funcionou, o que levoui o estúdio de Satoshi à falência.

Apenas na metade de 1990 o projeto foi reativado e se tornou um grande sucesso.

Depois do sucesso dos primeiros games, muitos bonecos, jogos de carta, livros, mangás e o desenho animado foram lançados.

O desenho ganhou nova cara em 2020, apesar de retomar traços simples baseados na versão original.

Gostou? Então compartilhe:
Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook:
Deixe seu comentário:
Gadoo - Notícias e Curiosidades
© Todos os direitos reservados | Gadoo