Gadoo

Esses 7 sinais indicam que você está perto de ter um colapso nervoso

Você já passou por estresse em algum momento da vida? Existem alguns sinais que podem indicar este problema.

Passar por situações complicadas é algo bastante comum, porém, se isso for algo constante pode trazer consequências sérias a você.

Pensando nisso, trazemos uma lista com 7 sinais que podem indicar que você está perto de ter um colapso nervoso.

Confira:

Lista traz 7 sinais que indicam que você está perto de ter um colapso nervoso. O estresse pode trazer consequências sérias a nós.

1. Sintomas de depressão e ansiedade: são sinais de grande estresse, e pessoas nessa situação podem ter crises de choro ou diminuição de autoestima e autoconfiança, e sensação de culpa.

Imagem: MegaCurioso

2. Dormir muito ou pouco: alterações no padrão de sono podem indicar problemas. Dormir demais pode ser uma forma de escapar da realidade, e por outro lado, ter problemas para dormir demonstra que o cérebro está sobrecarregado.

Imagem: MegaCurioso

3. Sensação de cansaço: este sintoma pode indicar uma mente bastante estressada. A pessoa sente fraqueza, falta de disposição, dificuldade para realizar tarefas e falta de libido.


PUBLICIDADE

Imagem: MegaCurioso

4. Mudança de apetite: comer demais ou ter falta de apetite pode indicar alteração no cortisol. Esse hormônio tem o poder de alterar nossos hábitos alimentares e é liberado pelo estresse.

Imagem: MegaCurioso

5. Dores físicas: dores de estômago e de cabeça podem indicar problemas emocionais. Algumas situações estressantes acabam provocando diarreia ou constipação intestinal.

Imagem: MegaCurioso

6. Cérebro lento: se você de repente começar a ter problemas de concentração e memória, é bom ficar atento, pois pode ser sinal de que as coisas não estão indo bem.

Imagem: MegaCurioso

7. Dificuldades respiratórias: se perceber que está nesta situação, respire profunda e lentamente para seu corpo receber mais oxigênio. Se isso ocorrer constantemente, procure ajuda médica.

Imagem: MegaCurioso

Então, cuide da sua saúde mental: tente dar prioridade a atividades que façam bem ao seu corpo e à sua mente, por exemplo, yoga, caminhada, aulas de pintura. Faça atividades físicas com regularidade, procure manter uma alimentação balanceada e, se perceber que algo está errado, procure ajuda médica e/ou psicológica.

Fonte: MegaCurioso

Sair da versão mobile